domingo, 4 de novembro de 2012

23 ♥



Deixei de me arrepender. É tudo nosso até darmos cabo daquilo de que mais gostamos, mas é assim que aprendemos. Não somos jovens para sempre e há que construir uma imagem ou deitar fora a velha. Não tenho que justificar nada, não tenho que dar a volta a ninguém e a solução passa por deixarmos os outros ver quem somos realmente. Se bebemos dois ou três copos numa noite, se fumamos cinco ou seis cigarros é tudo indiferente... Nada disso nos define, é o que passamos no silêncio dos dias, no passar dos anos... As manias que aprendemos, os tiques nervosos que conhecem de nós e as palavras que fazem parte do nosso vocabulário. Vou aprendendo a gostar que me conheçam melhor que ninguém... Vou aprendendo a jogar limpo quando vocês ainda jogam sujo. E a verdade, é que eu adormeço sempre de consciência tranquila. Não engano, não engano ninguém. O que está aqui, sou eu.

Sem comentários: